Ambientes Químicos

Ambientes que lidam com produtos químicos em geral sempre apresentam risco para seus colaboradores e trabalhadores.

As consequências podem diminuir ou até ser eliminadas com o uso correto do equipamento de proteção individual.

Como exemplo de doenças que podem surgir por falta do uso de EPIs, vamos citar a silicose, causada pelo pó de sílica, que é um elemento presente na areia.

>Silicose:

A silicose é uma doença pulmonar que é causada pela inalação ou exposição excessiva ao pó de sílica, que é um componente presente em abundância na areia.

A inalação desse componente cria um tecido no pulmão que pode dificultar a elasticidade do órgão, tornando a respiração muito mais difícil em determinadas circunstâncias.

>Outros danos à saúde:

Em ambientes químicos, inalar qualquer componente pode causar danos ao quadro de saúde de um trabalhador, como por exemplo:

Irritação de pele e olhos:

Asfixia;
Alergia;
Intoxicação.
A importância do EPI

Ter um EPI de qualidade e que proteja seu colaborador da forma correta é de suma importância para um bom desempenho da função.

Separamos abaixo uma lista com os principais EPIs para proteção química que são indispensáveis em qualquer ambiente que tenha exposição com esse tipo de material.

Respiradores;
Óculos de proteção;
Luvas de segurança;
Botas de PVC;
Cremes de proteção;
Avental de PVC.

Vale ressaltar que além de fornecer os equipamentos, a empresa deve incentivar o uso e treinar seus colaboradores para fazer a utilização correta de cada componente.

Além de fomentar o uso dos EPIs, é importante que a empresa tenha ciência do estado da vida útil do equipamento e de sua validade também.

Um equipamento de proteção individual, se não estiver bem conservado e dentro do prazo de validade, pode oferecer riscos ao trabalhador, portanto, atenção é fundamental!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe!

Deixe uma resposta